INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

13 de julho de 2016

Fomos ao Encontro Solidário de Blogueiros 2016!

||
Oi gente! Neste post vou resumir um pouco de tudo que vi no evento Blogueiros Solidários 2016! Recomendo que você leia este post aqui primeiro para saber mais informações do evento. :)

Logo quando cheguei recebi uma sacola com brindes da Tratta Brasil!
O evento começou com uma performance teatral das meninas Amanda Andrade, Bruna Ribeiro e Bianca Santana. O vídeo é somente um trecho dela. :)


A música que elas cantam é "Eu Sou Um Monstro" da Karina Buhr, recomendo que escutem! :D

Após a apresentação a Bruna do Cappuccino e Bobagens separou nós blogueiras em diferentes grupos com até dez pessoas, para criarmos três propostas de posts com o tema "Violência Contra Mulher" em quinze minutos! Pouco tempo né? hahaha. Mas deu tudo certo e todos os grupos apresentaram propostas diferentes para abordarem o assunto. O grupo com as melhores ideias ganhou um kit misterioso da Tratta Brasil!


Depois do entrosamento entre nós blogueiras a palestra com as psicólogas do Espaço Clareira começou. As psicólogas Ana Carolina Zacari Brito, Bruna Sterza Nicoletta e Elisa Cavalheiro Crema contaram sobre a criação de uma cartilha que visa falar sobre a violência de forma mais didática, sobre a atuação da psicologia nesses casos e os dispositivos de referências para mulheres que precisam de ajuda.



Para exemplificarem um relacionamento abusivo as psicólogas leram uma história fictícia de uma jovem de dezenove anos que não consegue perceber a violência. Elas pontuaram a construção do relacionamento na sociedade e o modo como a mulher é tratada: como uma posse, com o homem tendo controle do contexto social dela. Este forte controle em cima da mulher faz com que as pessoas ao redor dela não percebam a violência por causa do isolamento que está sofrendo.

Isto tem uma enorme relação com a romantização dos homens ciumentos, controladores e possessivos que está presente nas mídias que naturalizam estas atitudes e formam opiniões. Uma fala muito importante de uma das psicólogas foi: "Sendo uma construção, pode ser desconstruída."

Além disso, há o impacto na saúde mental da mulher pois começa a duvidar de suas percepções por causa da clássica frase: "Você é louca!". E é principalmente neste momento que a psicologia é necessária.

O final da fala das psicólogas foi uma das partes mais impactantes da palestra, pois citaram uma música do filme da Disney, A Pequena Sereia (1998), em que a vilã Úrsula canta o quão importante é a submissão da mulher para agradar os homens. Uma música que passa despercebida, mas que reforça essa ideia negativa da mulher em sociedade.


                                             [Úrsula]
"Terá sua aparência
Seu belo rosto
E não subestime a importância da
linguagem do corpo
O homem abomina tagarelas
Garota caladinha ele adora
Se a mulher ficar falando,
O dia inteiro e fofocando
O homem se zanga, diz adeus e vai embora.
Não!
Não vá querer jogar conversa fora
Que os homens fazem tudo pra evitar
Sabe quem é mais querida?
É a garota retraída
E só as bem quietinhas vão casar..."

Logo após, a enfermeira Julia, especializada em saúde da mulher pela UNIFESP, falou da oportunidade que teve de interagir com mulheres de um centro de violência doméstica, chamado Centro de Referência à Mulher Casa Eliane de Grammont. Junto com sua professora, neste centro, ela fez uma oficina de autoestima, pois as mulheres que sofrem violência de gênero acabam perdendo suas identidades.

A Julia também pontuou que se estas mulheres não estiverem com o psicológico fortalecido, não irão denunciar a violência, pois não recebem o devido apoio nas delegacias e até mesmo em postos de saúde. 

E por último, a antropóloga Isabela Venturosa, do Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde, contou um pouco da história do coletivo que foi criado em 1985, por três médicas ginecologistas e obstetras que queriam oferecer um novo modelo de medicina, menos agressivo e que compreendesse as necessidades e que as mulheres pudessem protagonizar as escolhas de suas saúdes.

Depois da palestra houve inúmeros sorteios e eu ganhei um do QG Doces! <3
Antes de terminar este post fiquei pensando no que as psicólogas falaram sobre a romantização do ciúme possessivo dos homens nas mídias e percebi que já li alguns livros assim. O meu exemplo seria "Belo Desastre" que o protagonista é agressivo e possessivo com a namorada. Além dele, tenho o exemplo de "No Escuro" que nos mostra como a violência doméstica afeta o psicológico da mulher. Então quero propor que você pense em algum livro de romance que já leu e que para o protagonista era normal isolar a namorada, parceria, esposa etc. 

Coloque nos comentários os livros que romantizam esse sentimento possessivo, que irei juntar todas as respostas de vocês e montar uma lista para percebemos o quão natural isso é em nossa cultura.

Espero que vocês tenham gostado do post, ficou um pouco maior e diferente do normal, mas foi por uma boa causa. :) Comentem o que acharam! 

E lembrem-se: foca na leitura!
Facebook
Blogger

34 comentários

  1. Lolita, saga de 50 Tons de Cinza, saga Crepúsculo...
    Infelizmente são muitos os livros que apresentam relacionamentos doentios de forma romantizada e relativizada.
    Existem muitos textos que devem ser problematizados...
    Obrigada por abordar um assunto tão importante!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Joyce, tudo bem?
    Adoro ir em encontros assim onde são citados assuntos polêmicos principalmente se tratando de violência contra mulher que infelizmente hoje é um problema constante nesse país e ao redor do mundo, sempre vou em palestras de profissionais que exercem a função de psicologos na minha cidade e esse encontro foi muito lindo!! Parabéns pelo post, adorei a comparação com filmes pois é uma realidade dura. Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karoline!

      Este foi o meu primeiro evento desse gênero e já quero ir em outros! Um assunto atual e que gosto de compartilhar no blog quando tenho a oportunidade :)
      As comparações com as mídias abrem as nossas mentes né?

      Beijos!

      Excluir
  3. Olá!
    Eu nunca fui em um evento assim, tipo.. Cidade pequena é ruim por isso, porque perdemos muitas vezes oportunidades como essas. Eu adorei teu post, e achei muito bonito a iniciativa. Menina, fiquei com muita vontade de comer, a culpa não é das estrelas e sim sua hahahah <3

    Oxente, Leitora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kátia!

      Minha cidade é pequena também hahah fiz quase uma viagem para ir ao evento :D
      Os doces são uma tentação mesmo, assumo a culpa! Hahahahah

      Ficou muito feliz que tenha gostado do post,
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá, que post bacana e que evento bacana!!!
    Infelizmente não lembro agora de nenhum livro que envolva esse assunto, mas sei o quaõ é comum é nossa cultura, infelizmente.

    Beijos

    blog-myselfhere.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara!

      Que pena que você não lembrou de algum livro, as vezes a gente não percebe mesmo :)

      Ficou feliz que você tenha gostado!
      Beijos!

      Excluir
  5. Olá.
    Que bacana esse evento e post.
    Eu li "No Escuro" e senti na pele o estrago que foi feito psicologicamente na personagem, cheguei ter crise de ansiedade, juro!
    Bjs
    www.mundoliterando.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia!

      Adorei o evento! <3
      O livro "No Escuro" é muito forte, durante a leitura senti muito medo!
      Um dos livros que mais me deixou tensa!

      Fico feliz que tenha gostado,
      Beijos!

      Excluir
  6. Recentemente li uma reportagem em que uma mulher que apanhou do marido foi a delegacia e o delegado apenas disse o que foi que vc fez para ele ter le batido, achei tão injusto, nada é motivo de violência física e SEM FALAR DA VERBAL QUE ACABA AS VEZES MACHUCANDO MAS QUE UM TAPA, POR ISSO nos mulheres temos que lutar juntar para que isso acabe de uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Este foi um dos principais assuntos do evento!
      Como os policiais e os profissionais de saúde não sabem lidar com casos de violência doméstica e amedrontam as mulheres com discursos horríveis!
      Este é um dos principais motivos para muitos mulheres não denunciarem!

      Fico feliz que você tenha comentado!
      Beijos!

      Excluir
  7. Olá, que projeto maravilhoso, fico triste que aqui onde moro quase não existe nenhum projeto como esse :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela!

      Este projeto é lindo!
      Eu realmente espero que ele consiga alcançar outros estados pois infelizmente é um evento raro!

      Beijos!

      Excluir
  8. Oie, o livro mais recente que trata de violência contra a mulher é a cor púrpura. Achei muito bacana esse evento e as palestras e tenho certeza que você saiu de lá com muitos aprendizados e em choque pelo que as mulheres ao nosso redor passam e nem percebemos. Eu adoraria ter acompanhado, gosto muito de aprender e discutir o tema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamara!

      Saí pensando em tudo que já li e assisti que perpetuou essas atitudes negativas com as mulheres. :/
      Foi um evento ótimo para várias discussões interessantes!

      Obrigada por nos dar sugestões!!
      Beijos!

      Excluir
  9. Que evento bacana! Acho que nunca fui para um evento assim...
    Realmente o ciúme possessivo é bem presente na literatura, e Belo Desastre é um ótimo (?) exemplo; fico imaginando quantas meninas se apaixonaram pelo personagem, seu jeito agressivo e machista... realmente não curti ele.

    Beijos! Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabrielly!

      Infelizmente um evento difícil de encontrar né? :/
      Sim, Belo Desastre é um exemplo que eu na época achei normal, mas quando amadurecemos percebemos os erros e ficamos assustadas com o que deixamos passar!

      Beijos!
      Obrigada!

      Excluir
  10. Olá,

    Que evento divertido. Parece realmente ter sido muito gratificante. E nossa elaborar um post tão rápido assim deve ter sido um desafio, mas fico feliz que tudo tenha dado certo.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivianne!

      Foi gratificante ver o post pronto! Fiquei com medo de não conseguir fazer em pouco tempo hahah

      Beijos!

      Excluir
  11. Olá!
    Muito interessante o tema abordado no encontro, gostaria muito de poder ter participado.
    O principal motivo para eu fugir dos NA's são a romantização do homem possessivo e agressivo, tornando algo que não é nada "romântico" em algo admirável, muitas vezes transformando esses personagens em heróis e modelos a se seguir.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo!

      Fico feliz que você também pense nisso, quanto mais pessoas pensarem assim melhor!
      Os NA's e YA's têm muito disso ainda :/

      Beijos!

      Excluir
  12. Oie
    nossa que post mais sensacional, eu adorei o tema abordado e tudo mais, estou cursando psicologia e esse tema sobre obsessão e essa coisas me atarem muito, eu tenho No escuro e to louca para ler, e também Belo desastre

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina!

      Nossa, que legal!
      Psicologia é uma área tão extensa e interessante!
      Recomendo a leitura de ambos e como futura psicóloga é melhor ainda para você ler e analisar isso né?

      Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos!

      Excluir
  13. Olá tudo bem, adorei esse post e fiquei passada com o vídeo da pequena sereia, nunca tinha reparado nessa parte, realmente uma cultura enraizada e disfarçada, esse assunto tem que se expandir e mais pessoas tomaram a consciência. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Danielle!

      Quando a psicóloga ditou essas frases na palestra, todos ficaram chocados!
      Em um desenho infantil ninguém imaginas essas coisa né? Mas elas estão lá!
      Espero que meu post abra pelo menos um pouco a consciência :)

      Beijos!

      Excluir
  14. Oii
    Que legal esse encontro!
    Com essa temática tem o livro Amor Amargo. Um livro ótimo sobre esse tema!
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lê!

      Foi um encontro ótimo! <3
      Obrigada por nos dar sugestões!

      Beijos!

      Excluir
  15. Oiiiii

    Nunca tive oportunidade de participar de um evento assim, achei bem legal seu relato de experiencia e fiquei encantada com o quanto ele parece ser bom. Espero poder participar de muitos assim e achar tão incrível quanto esse.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Stefani!

      Este foi meu primeiro evento assim e recomento muito que você vá! :D
      Este abriu questões importantes que são difíceis de serem citadas.

      Espero que você consiga participar de algum evento assim também!
      Beijos!

      Excluir
  16. Olá,
    Bom se você for pensar na parte de romantizar o assunto, creio que boa parte dos romances de época fazem isso, não leio muito justamente por conta disso.
    O evento parece ter sido ótimo.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Debyh!

      Eu nunca li romances de época e não tinha pensado nisso antes!
      Obrigada por nos dar essa ideia!

      Beijos!

      Excluir
  17. Poxa, que encontro bacana, bastante discussão interessante né?
    PS: divide esses doces comigo, por favor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaísa!

      Muitas discussões e opiniões diferentes! Adorei!
      Ih, os doces já foram hahahah :x

      Beijos!

      Excluir