INÍCIO RESENHAS PARCEIROS CONTATO ESPECIAIS

6 de janeiro de 2018

Resenha: Extraordinário, de R. J. Palacio

||
Autora: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca 
320 Páginas 

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... Até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele e um menino igual a todos os outros.
R. J. Palacio criou uma historia edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem duvida nenhuma, extraordinariamente positivo. Compre o livro aqui.
August Pullman tem dez anos e nasceu com uma síndrome genética que afeta o rosto. Mesmo tendo sido submetido à diversas cirurgias para correções, o menino ainda possui uma grave deformidade facial. É por causa disso que ele sempre teve aulas em casa, com a mãe, e nunca foi a escola. Mas isso vai mudar. 

O menino terá que enfrentar o quinto ano e se acostumar com a rotina escolar: professores de verdade, prazos e lições de casa. Mas, isso não é o pior. Ele também vai conviver com pessoas diferentes e sabe que elas vão olhar torto e fazer comentários maldosos. Principalmente as crianças. August não está completamente preparado para isso. 
"A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma" - Pág. 11. 
Além de ter o ponto de vista de August, o livro também é narrado pelos familiares e amigos próximos dele, como a irmã, o namorado dela, Jack Will e Summer. São essas pessoas que também vão ajudá-lo superar os dias ruins na escola que às vezes fazem com que ele sinta vontade de desistir. 


Extraordinário, R. J. Palacio | Foto: Luiza Lamas
Umas das características do livro de que gostei muito foi o humor de Auggie. Mesmo com tudo o que enfrenta, ele consegue relevar alguns acontecimentos e levar na brincadeira. Acho que isso foi muito importante para dar uma quebrada na narrativa de vez em quando. 
"- Na verdade, concordo com a minha mãe.  Acho que somos muito novos para namorar. Quer dizer, não entendo por que a pressa. - É, também acho - disse o August. - O que é uma pena, sabe, com todas essas gatinhas se jogando em cima de mim e tudo mais...Ele disse isso de um jeito tão engraçado que o leite que eu estava tomando saiu pelo meu nariz quando ri, o que nos fez cair ainda mais na gargalhada" - Pág. 183/184.
Por fim, Extraordinário é um livro sobre empatia, entrega e gentileza. Empatia porque nos ensina um pouco mais a nos colocarmos no lugar do outro e nos mostra que às vezes a gente acha que está fazendo muito, mas na verdade não está fazendo nada mais do que nossa obrigação como ser humano. Entrega porque descobrimos até que ponto podemos ir quando o que está em jogo é uma amizade. E gentileza, porque ela é bem-vinda e necessária. 
" - "Mais gentil que o necessário" - repetiu. - Que frase maravilhosa, não é? Mais gentil que o necessário. Porque não basta ser gentil. Devemos ser mais gentis do que precisamos. Adoro essa frase, essa ideia, porque ela me lembra que carregamos conosco, como seres humanos, não apenas a capacidade de ser gentil, mas a opção pela gentileza" - Pág. 302.
Um beijo e foca na leitura!
Facebook
Blogger

2 comentários

  1. Olá Luiza!
    Esse livro foi uma das minhas melhores leituras de 2017 ❤️
    A história me conquistou de várias formas, e os valores e ensinamentos que a trama nos passa ficam para a vida toda.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo totalmente com você Raissa! É um livro lindo e muito inspirador <3
      Beijo.

      Excluir